blog do Preto


Pedro Cardoso, ator


Acabo de ver um trecho de uma entrevista com Pedro Cardoso feita pela jornalista Leda Nagle na TV Brasil. Pra ir direto ao assunto, o ator comentava sua revolta contra fotógrafos que exploram o dia a dia de famosos, os chamados paparazzi. Em dado momento ele disse que tem algumas ações na justiça por invasão de sua privacidade. E disse que gostaria de ver tais ações chegarem até os fotógrafos.

Ocorre que ele pode muito bem não gostar de ter sua imagem, em cenas de sua vida privada, exposta num blog, ou numa revista de fofocas. Mas será os fotógrafos os verdadeiros responsáveis pela quebra de seu sossego e direito ao anonimato?

Em primeiro lugar, sou fotógrafo e sei que nem sempre se pode negar trabalho, ainda que eu jamais tenha feito o papel de perseguidor de celebridades, o que eu condeno.

Mas é preciso saber que o fotógrafo é a ponta mais fraca nessa corda, por razões óbvias, já que existe um sujeito poderoso fazendo muito dinheiro por traz desse profissional da imagem. (há também atores e atrizes que pagam pra ter um sujeito fotografando seu cotidiano, e pior, fazendo de conta que tudo isso é inusitado, fortuito, mas isso é outra história...)

Pois bem, o que precisa ficar bem claro é que existe mercado pra isso. E o que precisa mudar é a postura desses meios de comunicação em relação à vida das pessoas. Famosas ou não. Meio de comunicação, diga-se, cujo ator é funcionário.

Na minha opinião, quando pararem de explorar a fofoca, a intriga, o escândalo da vida privada tornando-o público, creio que não haverá fotógrafo correndo atrás de pessoas famosas.

Ele precisa lembrar que quem mais explora o achincalhe, a grosseria, a futilidade, a esperteza, a malandragem, a baixeza, é um reality show campeão de audiência que a Rede Globo coloca no ar há dez longos anos. Por que não ouvimos do indignado ator, uma só palavra condenando esse zoológico humano que desperta interesses indesejáveis em crianças e adolescentes em sua plena formação?

Não seria essa a mesma indústria que enaltece certos comportamentos (uma vez que os expõe sem qualquer crítica) em rede nacional a mesma que motiva o leitor de péssimas publicações comentar que Pedro Cardoso levou a filha a um médico?

Não estamos aqui falando tanto de uma indústria que espetaculariza o cotidiano de pessoas comuns tornando-as absurdamente famosas por apenas ficarem confinadas feito idiotas dentro de uma casa repleta de câmeras quanto de famosos que levam uma vida normal e corriqueira fora das telas e palcos??

Não seria essa a mesma abjeta motivação?

Futricar, xeretar e espiar a vida alheia?
Pedro Cardoso é um profissional que através de sua arte nos traz alguma emoção naquilo que faz. Nas telas, na TV ou no palco. Pouco me importa com quem ele é casado ou o que faz com seus filhos em suas horas de folga.

Se não mudarem os hábitos editoriais, senhor Pedro, a grosso modo não mudará a educação e a cultura das pessoas. Saiba que há ignorantes de toda sorte prontos pra acharem normal um programa que explora o que há de mais vil na condição humana. Esses mesmos ignorantes podem achar válido motivar suas filhas a serem estúpidas, vulgares e intelectualmente despreparadas e por fim, ter a chance de participar de um programa cretino, pra saindo de lá, posarem nuas numa revista careta e datada.

A mudança deve partir de quem tem poder sobre corações e mentes, e fazem da exploração do cotidiano alheio, seu ganha pão.

Em tempo, espero que a justiça condene as empresas que atormentam Pedro Cardoso e outros atores e famosos. E que saiba identificar quem é quem nesse sistema de futilidades em revista, impressas ou não



Escrito por Preto às 17h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Olivia de perto